QUEM SOMOS NÓS

UM POUCO SOBRE A IGREJA


Quem nós somos


Pastor Munhoz e Esposa
Pastor Munhoz e Esposa

ANO DE MUDANÇAS


Quando a Igreja nasceu no dia de Pentecostes, Deus começou a chamar “Pastores” para apascentar os rebanhos que se levantariam ao redor do mundo. Os pastores são homens responsáveis para cuidar, dirigir e ensinar aqueles que estão fazendo parte do rebanho que Deus colocou em nossas mãos. Nós somos dons para a Igreja (Ef 4.11), homens que devem ter vidas exemplares; chamados ao santo ministério (At 20.28); tendo como modelo de exemplo a pessoa de nosso Senhor Jesus Cristo, e o poder para fazermos a obra, que vem do Espírito Santo.
Visto que vivemos num dos tempos mais difíceis da história, e de pleno avanços tecnológicos, os pastores da Igreja do Senhor precisam ser cheios, e guiados pelo Espírito Santo; as pessoas que lidamos, são complexas; e suas dificuldades e problemas, somente Deus é quem pode nos capacitar a entendê-las e ajudá-las a serem pessoas vencedoras em Cristo.
Existem diferentes formas de se alcançar as pessoas a mudarem os seus propósitos, porém a mensagem de Deus é: Disse- lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a Verdade e a Vida. Ninguém vem ao Pai, senão por mim. ” (Jo 14.6); a mensagem de natureza Pentecostal, os dons do Espírito Santo e a pregação do Evangelho com sinais e maravilhas são absolutamente importantes para que os servos do Senhor possam alcançar vidas.
A Escritura diz: “As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem são as que Deus preparou para os que o amam” (1 Co 2.9). Deus certamente está falando com a Igreja; precisamos buscá-Lo em oração e súplica, para saber o que Ele tem reservado para nós e para os nossos ministérios. Não devemos descuidar, pensando que só porque somos pentecostais já temos experimentado tudo, o que Deus tem. Muitas coisas, Ele tem para nós, as quais iremos descobrir à medida que porfiarmos por andar no Espírito. Que este novo ano, tenhamos momentos para descobrirmos e recebermos as mais copiosas bênçãos do Senhor, para nossas vidas e à Igreja de Deus, que está sob nossos cuidados.
“O Senhor te abençoe e te guarde; o Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti, e tenha misericórdia de ti; o Senhor sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz” (Nm 6.24-26).
Feliz 2016.

Pr. Pres. Antonio Munhoz


Horários

Terças às 19h – Culto de Ensino
Domingo às 18h45 – Culto Evangelístico

Círculo de Oração – Todas as Quintas das 09h às 11h
Um Dia Com Deus – Todas às Últimas Quintas-Feras das 09h às 20h

Culto da Mocidade – Todo 4º Sábado Mês



nossa missão

Cumprir a grande comissão:  Prestar culto a DEUS, viver, pregar e ensinar o Evangelho  Bíblico e pleno do Senhor Jesus Cristo por todo o mundo e praticar a beneficência conforme os princípios do Reino de Deus.


nossa visão

Alcançar todos os povos, ganhar, consolidar, treinar e enviar, utilizando métodos e ferramentas, cumprindo a grande comissão até a volta do Senhor Jesus Cristo. Ser eficaz na difusão do Evangelho com a utilização das novas tecnologias para levar pessoas ao encontro pessoal com Cristo, ao crescimento na fé e à comunhão, à liderança, e à intercessão e ao testemunho da Palavra de Deus para alcançar o mundo.


diretoria

PASTOR ANTONIO MUNHOZ

PRESIDENTE

PASTOR DOMINGOS FERREIRA

VICE-PRESIDENTE

PASTOR PAULO ORTIZ

2º VICE-PRESIDENTE

PASTOR WALTER ROSA VIANA

1º SECRETÁRIO


equipe

ANDRÉ BUSTILOS

Setor de Tecnologia

Responsável pelo setor de tecnologia da informação da ADAmericana, atuando nas áreas de gerenciamento de rede e suporte técnico.

DAMÁSIO ARAUJO

CÂMERA

Operador de câmera

EVERTON ARAUJO

SETOR DE SOM E VIDEO

Responsável pelo setor de som e video da ADAmericana, atuando na áreas de transmissão online e operação de áudio.

JOAB PERNA

CÂMERA

Operador de câmera

NEEMIAS FELIPE

SETOR DE COMUNICAÇÃO

Responsável pelo setor de comunicação e marketing da ADAmericana, atuando nas áreas de Webdesign, Social Média e Design Gráfico.

Alexandre Souza

Fotógrafo

Fotógrafo

JEFERSON FERNANDES

MESA DE CORTE

Operador de Vídeo



Primeira Sede

Primeira Sede da Assembleia de Deus em Americana
Primeira Sede da Assembleia de Deus em Americana

Maquete Novo Templo

Maquete da igreja sede da Assembleia de Deus em Americana
Maquete da igreja sede da Assembleia de Deus em Americana
nossa história

Chegada do Pastor Antonio Munhoz

O pastor Antônio Munhoz foi empossado como presidente do Campo de Americana no dia 24 de julho de 1984, pelo pastor José Wellington Bezerra da Costa, presidente da CONFRADESP (Confraternização das Assembleias de Deus do Estado de São Paulo) e C.G.A.D.B. (Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil).

Naquela oportunidade segundo os pastores do campo, houve uma reunião antes com todos os obreiros locais com o pastor presidente Benedito de Abreu, para escolher entre dois pastores, um indicado pelo Belém e o outro indicado por ele, que estava deixando a igreja de Americana e retornando para o estado do Mato Grosso para a cidade de Aquidauana, MS.

Após a reunião os obreiros de Americana optaram pelo candidato apresentado pelo Ministério Belém, pastor Antônio Munhoz, oraram, e sentiram de Deus que o pastor de Americana seria o irmão Antônio Munhoz vindo da cidade de Poços de Caldas, MG. “E nós de forma unânime sentimos da parte de Deus e escolhemos o pastor Munhoz e fomos muito felizes porque este era o plano de Deus para a igreja de Americana, SP”. Destacou o pastor Walter Pinto Coelho.

O pastor Antônio Munhoz afirma que naquela noite que os irmãos de Americana realizaram a reunião para escolher o novo pastor para a igreja ele acordou na madrugada orou por certo período e voltou a dormir e lhe apareceu um anjo da parte de Deus que lhe disse: “Você comprou dois bois para a festa da mocidade, mas você não irá participar da festa arrume a sua mudança porque você irá para outro lugar”.

E o pastor Munhoz lhe perguntou: “Vai demorar ou é rápido? ”. O anjo lhe respondeu: “Prepara a mobília”. Pela manhã “levantei e comecei a embalar tudo, desmontei os móveis, encaixotei todas as louças, deixei tudo preparado, e aí chegava a minha filha Rosemeire e perguntava; papai o senhor vai mudar? Vou. E pra onde? Pra onde eu não sei, chegava o meu filho Cláudio e perguntava; papai o senhor vai mudar? Vou. Pra onde? Pra onde eu não sei Deus o sabe, só sei que vou mudar”.

Passados dois dias, precisamente ao meio dia do segundo dia o telefone toca “era pastor José Wellington”. E me disse: “Pastor Munhoz se prepara para mudar de Poços de Caldas-MG”. “E eu lhe respondi: Já estou preparado, e ele me pergunta; mas quem te falou que você vai mudar? Eu lhe respondi: O anjo do Senhor esteve comigo e me mandou arrumar a mobília e eu lhe obedeci e estou pronto, aí o pastor José Wellington deu glórias a Deus e disse: Deus está neste negócio”.

“Dois dias depois eu vim para Americana e assumi a igreja no dia 24 de julho de 1984 e desde então tenho trabalhado com os irmãos e no próximo ano completará 25 anos de trabalho”. Finalizou o pastor.

A igreja na época tinha entre 700, 800 membros no campo todo, e contava com apenas uma congregação em Americana, Cidade Jardim, três em Santa Bárbara d’Oeste, Rua Inácio Antônio, Cidade Nova e Jardim das Palmeiras e uma em Nova Odessa, Jardim Bela Vista. E a igreja Assembleia de Deus Ministério Belém Campo de Americana, teve um crescimento vertiginoso da chegada do pastor até o momento e tem hoje cerca de 100 congregações e aproximadamente 16.000 membros, fora crianças e congregados.

Assembleia de Deus no Brasil

Em 11 de janeiro de 1918 a igreja foi registrada oficialmente com o nome de “Assembleia de Deus”, ganhando personalidade jurídica.No início do século XX, apesar da presença de imigrantes alemães e suíços, de origem protestante e do valoroso trabalho de missionários de igrejas evangélicas tradicionais, nosso país era quase que totalmente católico. Quando Daniel Berg e Gunnar Vingren chegaram ao Brasil, em 19 de novembro de 1910, ninguém poderia imaginar que aqueles dois jovens suecos estavam para iniciar um movimento, que alteraria profundamente o perfil religioso e até social do Brasil, por meio da pregação de Jesus Cristo como o único e suficiente Salvador da Humanidade e a realidade do Batismo com o Espírito Santo e recebimento de dons espirituais. Em poucas décadas, a Assembleia de Deus, a partir de Belém do Pará, onde nasceu, começou a penetrar em todas as vilas e cidades até alcançar os grandes centros urbanos como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre. Em virtude do seu fenomenal crescimento, os pentecostais começaram a fazer diferença no cenário religioso brasileiro. De repente, o clero católico despertou para uma possibilidade jamais imaginada: o Brasil poderia vir a tornar-se, no futuro, uma nação protestante.

São Paulo e Americana
Daniel Berg iniciou a obra missionária em São Paulo, em 1923, começando pela cidade de Santos, alcançando todo o litoral paulista em pouco tempo. Em 1927 ele sobe a serra, fundando na capital a primeira igreja Assembleia de Deus. No ano seguinte, ele avançou para o interior do estado.

VER LINHA DO TEMPO

princípios e valores

– Princípios Bíblicos;
– Praticar o Amor;
– Valorizar a instituição família;
– Respeito ao ser humano sem acepção;
– Valorizar os membros, colaboradores e voluntários;
– Ética;
– Transparência;
– Entusiasmo;
– Respeito as autoridades constituídas;
– Obediência, lealdade e submissão;
– Reverência e santidade ao Senhor;
– Responsabilidade social e ambiental;
– Compromisso com a excelência;