Com ajuda de cristãos do mundo todo, ministério distribui 10 milhões de Bíblias na China

Ministério responsável pela ação disse que o apoio das pessoas de todo o mundo foi fundamental para atingir essa marca de Bíblias entregues

0
932

Imagine a seguinte cena: 10 milhões de Bíblias caindo como um maná do céu sobre a China – um dos países do mundo onde os cristãos não são bem-vindos. Recentemente as autoridades chinesas lançaram uma operação contra igrejas domésticas. Eles também tiveram de retirar as cruzes das igrejas.

Essa é a razão pela qual a impressão e distribuição de 10 milhões de Bíblias, na China, foi considerada uma grande realização “sobrenatural”, de acordo a organização da ação, o ministério de plantação de igrejas “Asia Harvest”.

“Esta não foi uma realização humana, mas um milagre do Deus vivo”, afirma o ministério em seu boletim online. “De uma perspectiva humana, o nosso ministério não tinha nenhuma chance de produzir um número significativo de Bíblias. O próprio Senhor Jesus decidiu ser nosso investidor” disse.

Como isso aconteceu?

A “Asia Harvest” disse que o apoio de pessoas de todo o mundo resultou em milhões de Bíblias sendo impressas e entregues pela China. “Em vez de nos conectar com grandes doadores, o Senhor escolheu centenas de crentes normais de todo o mundo para nos ajudar”, disse o ministério.

“É um exemplo das coisas surpreendentes que acontecem quando o povo de Deus se reúne em prol do evangelho”, acrescentou.

O diretor da “China Harvest”, Gary Russell, elogiou a iniciativa por atingir o seu objetivo de entregar 10 milhões de Bíblias pela China. “Com grande agradecimento a Deus, confio a“Asia Harvest” e todos os seus apoiantes a comemoração de 10 milhões de Bíblias para a China” disse ele em um comunicado.

“A China é uma grande nação, e enquanto nós ficamos gratos pelo fato de que agora milhões terão acesso a Bíblias, estamos também aflitos porque muitos crentes ainda são incapazes de acessar o mundo de Deus”, acrescentou Russell.

A “Asia Harvest” está prometendo continuar a imprimir Bíblias e prosseguir com a distribuição até que cada pessoa na China tem uma em sua mão.

Sem comentários

Deixe uma resposta